A rotina intensa das grandes cidades tem incentivado cada vez mais o setor imobiliário a pensar em moradias que atendam aos principais desafios da vida moderna. Esse novo formato de morar é impulsionado principalmente pelo novo estilo urbano das grandes cidades, no qual Campo Grande também está inserido. O ritmo frenético do dia a dia cheio de compromissos faz com que a vida seja repensada para o que realmente importa.

Neste momento, todos estão buscando reorganizar suas rotinas. É cada vez mais evidente a necessidade de equipamentos mais completos para que tarefas do dia a dia fiquem à mão, de maneira inteligente e otimizada. A tendência do morar é dispor de muitos recursos com conforto, sem demandar energia em excesso para os cuidados. Assim ampliam-se as propostas de ambientes compartilhados com serviços exclusivos que oferecem aos moradores uma rotina mais prática e mais qualidade de vida.

O morador moderno busca estar mais perto de tudo, inclusive da natureza. Assim, o mercado imobiliário assume este desafio e já se adapta para atender essas expectativas, mesmo em Campo Grande, cidade considerada de trânsito fácil se comparada à outras capitais. O movimento vem acontecendo: apartamentos compactos com condomínio totalmente equipado e acesso a serviços é o que o mercado espera.

Esse novo estilo de vida é resultado da chamada economia colaborativa, potencializada pela necessidade de promover boas práticas sustentáveis no modo de morar. Além da comodidade, esses ambientes integram os moradores em uma pequena comunidade, gerando economia pelo uso compartilhado de serviços, espaços para reuniões de amigos ou de trabalho, academia e até espaços exclusivos para os pets estão entre os pedidos do morador atual.

As construtoras estão atentas à essas mudanças que chegam rápido à Campo Grande. Um exemplo desse formato de condomínio está sendo executado pela SBS Empreendimentos. O imóvel fica num dos bairros mais centrais, o Jardim dos Estados. É todo projetado para que o morador tenha o máximo de espaços e serviços integrados, além de muito contato com a natureza. Para isso, arquitetura, design, tecnologia e segurança estão muito presentes.

De acordo com Phaena Spengler, executiva da SBS, foram muitos meses analisando o comportamento do novo morador que busca um conceito mais moderno de viver. “Observamos o que as pessoas entendem como qualidade de vida e vimos que elas querem ter acesso a diversos recursos sem precisar gastar mais ou dedicar muito tempo à manutenção.” Segundo Phaena, este desejo está em todas as faixas etárias e formatos de família. “Assim, o primeiro empreendimento apresentado para Campo Grande em 2020 foi projetado para resgatar um estilo de vida mais sustentável, levando em consideração as diversas relações interpessoais, sempre com muito conforto, privacidade e segurança”, afirma a diretora da SBS.